ADE-PR: Associação de Divulgadores do Espiritismo do Paraná

Especial

Marca de nascença no menino Ian é evidência a favor da reencarnação. Assista o vídeo clicando aqui.

Jornal Comunica Ação Espírita | 146ª edição | 07 de 2021.

Refletindo sobre Deus

 

Allan Kardec, na “Revista Espírita” (maio de 1866, pág. 132), explica que para o espírito humano ver Deus precisa estar totalmente depurado. Compara a um homem no fundo do vale envolvido pelo nevoeiro e que à medida que sobe a montanha, primeiro o vê de modo difuso e só bem depois em plenitude. Outra analogia é com alguém com a cabeça enrolada em vários véus e terá que tirar um a um para poder enxergar perfeitamente. No nosso atual estágio de desenvolvimento, para descrevê-lo falta vocabulário apropriado tal como para explicar como são as cidades aos selvagens ou luz do sol ao cego.

Para Sócrates, Deus “É a Providência”; para Empédocles, “É a súmula dos elementos criadores”; para Xenóphanes, “É eterno e imutável”; para Leibnitz, “É a mônada incriada”; para Spinoza, “É a única substância”; em Hartman, “É o mecânico finalista do Universo”. E em Euclides temos que “As leis da natureza não passam de raciocínios matemáticos de Deus”. 

Werner Karl Heisenberg e Edwin Hubble entendem que a “constante cosmológica” de Einstein, que seria a força que atravessa uniformemente o Universo com harmonia e tornando-o eterno, em última análise, seria Deus. E Divaldo Pereira Franco, ao discorrer sobre as “Sete Razões pelas quais um cientista crê em Deus” do professor A. Cressy Morrinson, cita Mazzilli: Olhe o homem, multiplique pelo infinito e você terá Deus.

Jean-Marie Guitton, membro da Academia Francesa, no livro “Deus e a Ciência”, em coautoria com Igor e Gricha Bagdanov escreveu: “(...) O Universo que nos cerca não é mais compatível a uma imensa máquina, mas a um vasto pensamento... acabamos de ver que por trás do nascimento do Universo, há uma força organizadora, que deve ter calculado tudo, elaborado tudo, com uma minudência inimaginável... que há no Universo uma causa da harmonia das causas, uma inteligência suprema”. 

Receba em casa a versão impressa do jornal Comunica Ação Espírita

Assine agora mesmo

ADE-PR © 2022 / Desenvolvido por Leandro Corso